7 Dicas Imperdíveis Para Comprar Voos Mais Baratos que a Maioria

Ícone de Relógio
7 min
Publicado em:
29/9/2022
Última Atualização em:
10/10/22
Article Background Image
Article Background Image
Article Background Image
Temas Abordados Neste Artigo

Introdução

Voar não tem que ser caro!

Não apenas por causa das companhias aéreas de baixo custo na Europa - você também pode fazer voos de longa distância com pouco dinheiro. A seguir, vamos lhe dar 7 dicas sobre como você pode voar de forma barata para suas férias ou estadias como nômade.

Você não ouvirá nada sobre coletar milhas com cartões de crédito diferentes nem terá que se familiarizar com nenhum programa. As seguintes dicas são suficientes para fazer seu próximo voo pelo menos mais barato do que você pensava! 

Error fares - isto é, erros da companhia aérea no cálculo do preço (por exemplo, omitindo inadvertidamente impostos, sobretaxa de parafina, ...) - foram deliberadamente deixados de fora aqui, pois exigem total flexibilidade e espontaneidade e uma conexão permanente com a Internet. 

Se você tiver essa flexibilidade, pode tentar sua sorte aqui, se não, então continue lendo!

7 Dicas Imperdíveis para Voos mas Baratos

1. Como você encontra voos baratos? 

Use a Skyscanner e a Matrix Airfare Search (nos chamados voos Open Jaw)!

O portal de escolha para sua busca de voo deve ser o Skyscanner.

O Skyscanner é fácil de usar, claro, rápido e oferece funções que tornam a busca de voos baratos um assunto bastante simples.

O Skyscanner só falha com voos Open Jaw (mandíbula aberta), bilhetes de ida e volta onde o destino e/ou a origem não são os mesmos em ambas as direções. A Matrix Airfare Search é recomendada como uma alternativa para isto e também cálculos de pontos de milhas.

Você deve ficar longe da maioria das outras dezenas de portais de comparação de voos - mas é claro que de vez em quando você também pode chegar a voos baratos por lá (o Google Flights está ficando cada vez melhor e pode ser uma alternativa).

2. Quando você deve reservar? 

Entre 2-3 meses antes da viagem; entre meia-noite e madrugada!

Se você encontrou o portal de comparação de voos de sua escolha, estamos prontos para começar. Quando você pode perguntar, qual é a melhor hora para reservar um voo? 

Imagem do interior de um aeroporto

A experiência mostra que este tempo é entre 3 e 2 meses antes do início previsto da viagem. Pode ser realmente compensador para você fazer uma comparação com mais frequência durante este tempo.

O que muitas pessoas não sabem (e alguns declaram como lenda urbana): muitas companhias aéreas e, portanto, muitos portais de comparação de voos baseiam seus preços no tráfego em seus portais

Isto significa que os preços são mais altos quando a maioria das pessoas está procurando por voos. Isto significa que você deve evitar:

  • Procurar voos entre 15h e meia-noite, ou o fim de semana completamente, porque a experiência mostra que estes são os horários de pico. Idealmente, você deve reservar seu voo quando todos estiverem dormindo
  • Entre 2 e 6 da manhã é geralmente a melhor hora para reservar um voo.

3. Como você encontra voos baratos? 

Tenha flexibilidade nas datas e horários!

A função de busca superior do Skyscanner e, até certo ponto, do Matrix, oferece a possibilidade de comparar preços durante um mês ou mesmo o ano inteiro. Se você for suficientemente flexível quanto a quando poderá fazer sua viagem em 2-3 meses, esta é a melhor solução.

Entre a cidade de partida e o destino de sua escolha, selecione o mês em que deseja começar ou terminar suas férias e aproveite as ofertas de voos baratos.

Se você puder vê-lo durante o ano inteiro, será ainda mais barato. Basta escolher voos baratos que correspondam a seus outros critérios.

Os voos mais baratos são entre terça e quinta-feira. Se possível, você deve voar nestes dias - isto quase sempre traz uma queda significativa no preço, em contraste com o fim de semana. É claro que os horários impossíveis também tornam os voos mais baratos - é sua decisão se você quer conforto ou se quer voar barato!

4. Como você encontra voos ainda mais baratos? 

Tenha flexibilidade no seu ponto de partida!

Nem sempre tem que ser o aeroporto mais próximo. Se o preço é mais importante para você do que o conforto, então continue lendo! 

Você pode economizar muito dinheiro ao ser flexível com sua localização. Por exemplo, o Skyscanner lhe dá a opção de exibir todos os voos de um determinado país (basta digitar "Brasil"). 

  • No Brasil, você pode geralmente evitar uma conexão doméstica se voar diretamente de São Paulo (GRU) ou do Rio de Janeiro (GIG).
  • Se um ônibus para São Paulo junto com o voo a partir de lá custar menos que o trajeto inteiro de avião de onde você se encontra, pode valer a pena. 
  • Na Europa, vale sempre a pena fazer uma busca adicional pelos aeroportos de Amsterdã, Frankfurt, Paris, Madri, Istambul e Londres.
  • Graças às companhias aéreas de baixo custo como a Ryanair, trens e ônibus de longa distância, pode valer bem a pena viajar primeiro para esses destinos, aproveitando para passear na cidade e depois partindo de lá para lugares distantes. 

Desta forma você pode muitas vezes matar dois coelhos com uma cajadada só: uma viagem por uma cidade icônica na Europa combinada com voos baratos para lugares distantes!

5. Não pode ficar mais barato? Sim, pode! 

Tenha flexibilidade no seu destino!

Se você é realmente flexível e espontâneo (e provavelmente econômico), então você pode usar outro recurso do Skyscanner: destino variável. Basta deixar o destino aberto e inserir apenas um país ou cidade de partida - e o Skyscanner mostra os voos baratos para todos os outros países durante o período selecionado (idealmente um ano). 

Imagem de um Painel de voos do aeroporto
Desta forma, barganhas como voos de ida e volta para os EUA por menos de 200 euros ou ida e volta para o Japão por menos de 400 euros podem se tornar a ordem do dia (não todos os dias, é claro, mas com relativa frequência). 

Portanto, se, como nosso CSO Christoph Heuermann, você quer explorar todos os países do mundo de qualquer maneira, este é um bom ponto de partida! Mas mesmo que você tenha destinos específicos em mente: basta encontrar seu país de destino e verificar os preços. Talvez haja uma data que lhe agrade!

6. Existe um porém? 

Infelizmente, sim. O Skyscanner muitas vezes não está atualizado.

Se você pesquisar de acordo com a metodologia aqui apresentada, você notará que os preços baixos são muitas vezes um desperdício de tempo quando você chega à seleção final. 

Isto porque o Skyscanner, por razões compreensíveis, não pode pesquisar o mundo inteiro durante um ano inteiro (palavra-chave: tempo), mas utiliza os dados da última consulta de pesquisa idêntica. Dependendo de quão longe isto estava, os voos baratos podem já ter sido reservados ou seus preços aumentados novamente (ver ponto 2). 

Em geral, a única coisa que ajuda aqui é experimentar e comparar diferentes datas de voo. Mesmo que não haja mais voos com o preço sensacionalmente baixo mostrado pela primeira vez, eles geralmente ainda são significativamente mais baratos do que o normal.

De vez em quando, porém, funciona e você voa ida e volta para a Nova Zelândia por 804 euros (muitos pagam mais até mesmo por um bilhete de ida).

7. Você só paga o que lhe é mostrado? 

Depende! O Skyscanner em si não é uma forma de reservar um voo. Ao invés disso, você será redirecionado para o fornecedor com o preço mais baixo. 

Você deve prestar uma atenção especial aqui! Esses prestadores de serviços muitas vezes cobram pesadas taxas de processamento e de cartão de crédito, que catapultam o voo para o nível de preço normal. Nem todos fazem isso - mas fique atento e leia as letras pequenas!

Geralmente não reservamos nossos voos diretamente desses portais (a menos que seja realmente um bom negócio), mas vamos do Skyscanner para o site da companhia aérea mais barata com as informações obtidas sobre o período e reservamos voos baratos diretamente através delas. 

Muitas vezes você ainda encontrará o mesmo preço, raramente você pagará um pouco mais. Em qualquer caso, esta é a opção mais segura e com a maior facilidade de realizar cancelamentos ou alterações.

Conclusão

Encontrou e reservou seu voo? Então divirta-se no exterior!

Esperamos poder ter ajudado a entender mais profundamente sobre o tema, agora começar a viajar em breve e investir seu dinheiro em coisas mais sensatas do que o transporte!

Por exemplo, o Chris pagou 170 euros por um voo de ida e volta da Europa para Tbilisi, Geórgia, no outono passado - se não usasse essas dicas, pagaria pelo menos 60 euros a mais, muitas vezes muito mais. Voos baratos estão disponíveis - você só tem que saber onde e como procurar

Voos baratos são especialmente acessíveis a nômades digitais flexíveis e móveis. Voos baratos permitem que eles minimizem suas despesas e maximizem seu tempo. Voos baratos permitem-lhes trabalhar menos e desfrutar mais de suas vidas!

Você tem mais dicas? O que funciona melhor para você? Qual tem sido seu voo mais barato até agora? Comente no nosso grupo no Telegram.

Se você gostaria de se tornar um Viajante Perpétuo, não deixe de conferir o nosso Desafio Nômade Digital em 28 Dias. Você também pode dar uma boa lida em nossos artigos sobre nomadismo e assinar a nossa newsletter.

Porque sua vida te pertence!

Curtiu este artigo? Compartilhe!
Logo da Settee

Settee

Consultoria de Internacionalização

A Settee é uma equipe global de empresários, nômades digitais e consultores especializados em estratégias de internacionalização. Agende já sua chamada introdutória.

Últimos artigos

Ver todos os artigos
Thumbnail do Artigo
1/12/2022

Como Sobreviver em um Mundo de Hiperinflação

Neste artigo, vamos abordar a história econômica recente da Argentina em poucas palavras, mergulhar em como as pessoas lidam com um estado constante de inflação ultra alta e porque viver de renda remota na Argentina é um bom negócio.

Ler mais
Thumbnail do Artigo
28/11/2022

Porque Dubai: Abertura de Empresa e Visto nos Emirados 

Neste artigo, te explicaremos detalhadamente porque Dubai está se tornando, cada vez mais, um destino muito atraente para empresários e nômades, desde abertura de empresas e vistos para imigrantes.

Ler mais