Hong Kong e Singapura: Porque as Cidades-Estado São as Melhores Para Negócios

Ícone de Relógio
5 min
Publicado em:
6/10/2022
Última Atualização em:
10/10/22
Article Background Image
Article Background Image
Article Background Image
Temas Abordados Neste Artigo

Introdução

Hong Kong e Singapura. Duas pequenas cidades-estado que experimentaram um crescimento de tirar o fôlego nas últimas décadas

Duas pequenas jurisdições que arrancaram terra do mar, sobre a qual os arranha-céus  agora se estendem. Dois centros financeiros que estão entre os mais ricos do mundo. Duas metrópoles habitáveis que atraem massas de capital estrangeiro.

Qual é a melhor? E antes: por que ambas são melhores do que o resto do mundo? E como você pode lucrar com elas? Todas estas perguntas serão respondidas no artigo de hoje.

O que torna Hong Kong e Singapura tão especiais?

Imagem da cidade de Hong Kong
Cidade de Hong Kong

Hong Kong e Singapura competem intensamente uma com a outra. Ambas competem pelo título de centro internacional de negócios, financeiro e comercial mais importante da Ásia. 

São ambos estáveis, capitalistas e financeiramente robustos. Ambos têm também indústria e um dos portos de contêineres mais movimentados do mundo. E ambos estão consistentemente classificados no topo de vários rankings.

Hong Kong e Singapura, por exemplo, trocam regularmente entre si as primeiras posições no Índice de Facilidade de Negócios do Banco Mundial.

Por que o resto do mundo não consegue acompanhar Hong Kong e Singapura? A resposta pode levar uma longa tese de doutorado ou ser resumida a uma frase:

Tanto Hong Kong quanto Singapura compreendem as forças dos mercados. Em vez de combatê-las sem sucesso, elas preferem aproveitá-las com sucesso.

O que Hong Kong e Singapura podem te oferecer?

Imagem da Singapore Flyer em Singapura
Singapore Flyer, a segunda maior roda gigante do mundo

Singapura e Hong Kong podem não ser verdadeiras democracias. Eles podem até mesmo não defender as liberdades pessoais que são valorizadas no Ocidente. Mas eles garantem a propriedade privada a um grau muito maior e valorizam as escolhas voluntárias. 

Por exemplo, você pode desfrutar dos seguintes benefícios se você vive em um desses países:

  1. Carga tributária máxima de 20% mesmo para os mais ricos, para muitos muito mais baixa.
  2. Sem impostos sobre ganhos de capital 
  3. Sem impostos sobre bens imóveis.
  4. Sem impostos retidos na fonte sobre dividendos.
  5. Empreendimentos offshore devidamente estruturados pagam efetivamente zero por cento de imposto, a menos que tenham clientes locais; caso contrário, mesmo o imposto máximo de 17% (Singapura) ou 16,5% (Hong Kong) ainda é baixo.
  6. Transações comerciais transparentes, rápidas e eficientes
  7. Os bancos mais estáveis do mundo
  8. Seguros privados/baixas obrigações de seguro
  9. Alta segurança e qualidade de vida

Sobre o imposto corporativo mencionado no ponto 5. 

No caso de Singapura, as empresas estão sujeitas a um imposto corporativo de 17%.

Empresas que realizam negócios em Singapura são tributadas sobre sua renda de origem cingapuriana e sobre a renda de origem estrangeira quando ela é remetida ou considerada remetida para Singapura. Ou seja, a renda proveniente do exterior que é mantida no exterior não é tributada.

  • Singapura oferece isenção parcial de impostos para os primeiros 200.000 SGD de renda.
  • Uma isenção parcial de 75% do imposto corporativo se aplica para os primeiros 10.000 Singapore Dollars (SGD) de renda tributável, enquanto para os próximos 190.000 SGD de renda tributável se aplica uma isenção de 50%.
  • No total, são 102,500 SGD de isenção, que na data de escrita deste artigo equivale a 68.700€.

Para startups que se qualificarem, existe uma isenção ainda maior por um período de 3 anos.

  • Nesse caso, a isenção de 75% se aplica para os primeiros 100.000 (SGD) de renda tributável, enquanto para os próximos 100.000 SGD de renda tributável se aplica uma isenção de 50%.
  • No total, são 125,000 SGD de isenção, que na data de escrita deste artigo equivale a 83.800€.

Já Hong Kong adota um sistema territorial de tributação. O imposto corporativo é pago por toda pessoa ou entidade que exerça um comércio, profissão ou negócio em Hong Kong sobre os lucros provenientes ou derivados de Hong Kong. Ou seja, a renda proveniente do exterior é isenta de impostos, mesmo que remetida para Hong Kong.

Os ganhos e rendimentos de capital não estão sujeitos a impostos. Os dividendos de empresas locais tributáveis estão isentos, enquanto os dividendos de empresas estrangeiras são geralmente de natureza offshore e não estão sujeitos a impostos em Hong Kong.

  • Quanto ao imposto corporativo, empresas de Hong Kong pagam um imposto de 8.25% sobre os primeiros 2 milhões de Hong Kong Dollars (HKD) de faturamento, o equivalente a 232.500€.
  • Acima desse valor, a taxa de imposto é de 16.5%.

Que lindo seria se os impostos fossem assim no mundo todo. Em Hong Kong e Singapura vive apenas menos de 1% da população mundial. Esse 1% vive uma vida em pé de igualdade com o estado. Eles não são súditos, eles são servidos.

O estado é, antes de tudo, um prestador de serviços, em segundo lugar uma instituição coerciva.

Singapura ou Hong Kong - quem ganha?

Bandeiras de Singapura e Hong Kong
Singapura vs Hong Kong

Qual destas cidades-estado é a melhor escolha? Isso depende de você. Tanto Singapura quanto Hong Kong têm vantagens comparativas em certas áreas.

Singapura seria para você, por exemplo, se você quiser iniciar um negócio e precisar de capital de risco. Não menos importante porque o inglês é o idioma oficial e o processo é um pouco mais fácil e transparente do que em Hong Kong, que tem cada vez mais influência chinesa.

Em Hong Kong você estará mais bem localizado para finanças e outros assuntos de investimento. A ligação direta com a China e a presença de mais bancos internacionais e outras instituições tornam Hong Kong mais competitiva nesta área.

Onde Singapura tem vantagens em negócios de câmbio, metais preciosos e Private Banking, Hong Kong tem vantagens em bolsas estrangeiras, comércio internacional e Investment Banking. Entretanto, em vez de colocar os dois um contra o outro, você deveria olhar para eles de uma forma muito mais complementar.

Se você diversificar em ambos (e em outros países), você estará certamente bem posicionado.

Tanto Hong Kong quanto Singapura estão entre os países mais favoráveis aos negócios do mundo. Uma vez que é provável que este continue sendo o caso no futuro, você deve definitivamente ficar de olho em ambas as cidades-estado. 

Com sua relativa proximidade a muitos países asiáticos emergentes, como a Malásia e a Tailândia, essas cidades são centros a partir das quais você pode conquistar outros mercados!

Se você quiser abrir uma empresa ou emigrar para Singapura ou Hong Kong, entre em contato conosco. E, se você precisar de ajuda para entender quais opções e estruturas seriam ideais para você, agende uma consultoria conosco.

Porque a sua vida te pertence!

Curtiu este artigo? Compartilhe!
Logo da Settee

Settee

Consultoria de Internacionalização

A Settee é uma equipe global de empresários, nômades digitais e consultores especializados em estratégias de internacionalização. Agende já sua chamada introdutória.

Últimos artigos

Ver todos os artigos
Thumbnail do Artigo
1/12/2022

Como Sobreviver em um Mundo de Hiperinflação

Neste artigo, vamos abordar a história econômica recente da Argentina em poucas palavras, mergulhar em como as pessoas lidam com um estado constante de inflação ultra alta e porque viver de renda remota na Argentina é um bom negócio.

Ler mais
Thumbnail do Artigo
28/11/2022

Porque Dubai: Abertura de Empresa e Visto nos Emirados 

Neste artigo, te explicaremos detalhadamente porque Dubai está se tornando, cada vez mais, um destino muito atraente para empresários e nômades, desde abertura de empresas e vistos para imigrantes.

Ler mais